...O Senhor Deus tomou o homem e o colocou no Jardim do Éden (no Paraíso!) para o cultivar e guardar. Deu-lhe este preceito: "Podes comer do fruto de todas as árvores do jardim; mas não comas do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal, porque no dia em que dele comeres, morrerás indubitavelmente"...

Ao vivo Ecorádio Oficina Geral & EcoBrasil

Get the Flash Player to see this player.

terça-feira, 30 de março de 2010

Para quem acha que só este blog é de sacanagem...

.
.

Esta semana fora publicada a seguinte matéria no respeitável Portal CT:

"Por unanimidade, TRE julga improcedente representação contra deputada Nilmar"

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Tocantins, por unanimidade, julgou improcedente a representação feita pelo Ministério Público Federal (MPF) contra a deputada federal Nilmar Ruiz (PR). A representação acusava a deputada Nilmar de propaganda eleitoral antecipada, por causa de material informativo elaborado pela parlamentar e distribuído em Palmas recentemente.

Na decisão, o TRE expõe claramente as razões que levaram o pleno, por unanimidade, a julgar a representação improcedente. No texto da decisão, destaca-se que o material informativo elaborado pela deputada Nilmar “não se confunde com propaganda eleitoral”. “Não importa em propaganda eleitoral antecipada a mera promoção pessoal do parlamentar, entendida assim aquela que tem por objetivo divulgar suas realizações e postura diante dos inúmeros eventos e acontecimentos cotidianos da vida política e social”, reforça o texto da decisão.

O Tribunal ainda justifica sua decisão dizendo que “para que seja caracterizada propaganda eleitoral, o impresso atacado deveria trazer, ainda que de forma subliminar, além do nome da representada, menção à eleição que se avizinha, ao cargo político almejado, à ação política pretendida ou aos méritos que habilitam os pretensos candidatos à função pública”. Prática que o TRE julgou não existir no informativo, conforme sua decisão unânime.

Para a deputada Nilmar, a decisão do Tribunal fez justiça. “Somos eleitos pelo voto popular e por isso temos a obrigação de prestar contas à sociedade do trabalho que estamos realizando. Esse é um direito do cidadão e um dever de todo parlamentar”, avalia Nilmar. (Da assessoria de comunicação da deputada Nilmar Ruiz)


Ok... 

No Portal CT tem a opção para o leitor se cadastrar e poder deixar o seu comentário e assim, exercitar a tão almejada "liberdade de expressão".

E foi isso que eu fiz! rsrsrs

Veja o comentário:

... Creio que esta decisão irá abrir um precedente para que tenhamos que agüentar a partir de agora, uma enxurrada de papéis noticiando os "trabalhos realizados" pelos deputados! Se você possui uma gráfica pode se animar! Só não esqueça de receber adiantado.
E DEPUTADOS, POR FAVOR! UTILIZEM PAPEL RECICLÁVEL! ...

Bom... não sei porque o mediador do Portal não quis publicar! rsrsrsrs

Mas o pior foi conferir o que ele achou mais conveniente publicar.

Avalie:

1) comentário por Benedito de Castro em 30/03/10 08h27
...Muito sensata e coerente a decisão do TRE. O Parlamentar detentor de qualquer cargo no Legislativo deve prestar contas de sua atuação ao eleitorado. Isto ocorre com todos e, é comum se ver panfletos, ottudors, e aparição na TV, para informar sua atuação à população. Caso fosse condenada, a Nobre Seputada Nilmar Ruiz seria vítima de discriminação. A atuação da Nobre Deputada tem se pautado por realizações de monta para o Tocantins, através de suas emendas parlamentares e de bancada. É certo que ela se reelegerá mas, sem a necessidade de fazer campanha antecipada pois, o eleitor que acompanha seu trabalho, ao longo de muitos anos, já se decidiu e, vai querer mais um mandato proficuo para ela...

Engraçado esse pessoal rsrsrsrs, não publicaram meu comentário mas acharam legal publicar este que se refere a Nilmar como "Nobre Seputada".

No desejo de bajular, esqueceram de corrigir e acabaram sacaneando a Deputada. Ou será que foi proposital?

E viva a liberdade de expressão !

Para conferir, antes que exerçam a "liberdade de se mancar" e corrijam ou excluam, aí está o link: http://www.portalct.com.br/comentarios.php?noticia=4e8d612d5cc2d7c89fca2851d377d621

Um comentário:

  1. Andaram me indagando sobre este post.
    Mais precisamente na parte em que peço:
    E DEPUTADOS, POR FAVOR! UTILIZEM PAPEL RECICLÁVEL!
    Indagaram-me se todo papel não é reciclável. rsrsrs. E acho legal explicar.

    Bom, participei certa vez de uma palestra com o Presidente da Associação dos Catadores de lixo de Palmas e ele explicou que a maioria destes panfletos feitos em papel brilhoso (ou encerado), não sei bem o termo. Vão direto para o aterro sanitário, porque o custo para conseguir desmancha-lo não compensa a sua revenda, já que isto o tornaria mais caro que o papel não reciclado no final das contas. Ou seja, além de poluir o meio ambiente, o Deputado que utiliza esse tipo de papel, ainda tira a oportunidade de renda de muitas pessoas.

    ResponderExcluir

Sociable