...O Senhor Deus tomou o homem e o colocou no Jardim do Éden (no Paraíso!) para o cultivar e guardar. Deu-lhe este preceito: "Podes comer do fruto de todas as árvores do jardim; mas não comas do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal, porque no dia em que dele comeres, morrerás indubitavelmente"...

Ao vivo Ecorádio Oficina Geral & EcoBrasil

Get the Flash Player to see this player.

quinta-feira, 11 de março de 2010

Rosa de Saron no 6º Salão do Livro

.
.


Que Deus me perdoe, mas não dá pra aguentar calado! Lançaram a programação do 6º Salão do Livro, o maior evento Cultural do estado do Tocantins! Digo isso principalmente pelas atrações que sempre foram de altíssimo nível e que nos dão a chance de respirar  um pouco em meio ao sufoco de tanta breguice que trazem pra cá nos gigantescos cabarés a céu aberto disfarçados de mega eventos. Este ano também não seria diferente, afinal grandes nomes como Ariano Suassuna, Fagner, Almir Sater, Terça Insana e Dominguinhos  já bastariam para provar que esse é realmente um evento que almeja promover a Educação Cultural. Porém vem logo no final da lista o grupo pseudo gospel "Rosa de Saron". Nada (tudo) contra! O que é que tem a ver meu Deus? E vocês podem apostar que será colocada como atração principal, com importância maior até que Almir Sater! É essa mentalidade midiática! Só porque os caras apareceram recentemente na globo! Que porcaria!!! Tem tantas opções boas para se trazer! Vamos a dois exemplos:


Arnaldo Antunes: Ex integrante dos Titãs, além de um compositor maravilhoso, é também um poeta e um excelente escritor. Conhecem a música "Cabelo" interpretada por Gal Costa? Pois é. É do Arnaldo Antunes em parceria com Jorge Ben Jor.

PALAVRA DESORDEM

Arnaldo Antunes

São Paulo: Ed. Iluminuras, 2002

Projeto gráfico e capa, Arnaldo Antunes.
Composto de frases independentes, uma por página, PALAVRA DESORDEM pode ser lido em sua seqüência, ou em qualquer ordem. A síntese, a concentração e o gosto pelo lúdico dão o tom de seu discurso. Epigramas, ditados, aforismos, máximas, axiomas, provérbios ou refrões. Slogans, ou antes, anti-slogans, já que não se prestam a divulgar qualquer produto, nem a transformar em produto qualquer idéia. Ao contrário, suas frases carregam um caráter libertário que pode ser explicitamente notado, tanto em relação à linguagem e seus usos, como em relação à vida em si (onde a linguagem nasce, "ou faz-se"). Suas 208 páginas foram desenhadas por Arnaldo como se fossem cartazes, que podem ser lidos em várias direções.

Veja mais livros de Arnaldo Antunes: http://www.arnaldoantunes.com.br




Jorge Maltner: Também excelente músico, compositor, poeta e escritor. Conhecem a música Maracatú Atômico interpretada por Nação Zumbi? Pois é. É do Jorge Mautner.


Mitologia do Kaos - Obras Completas
Editora Azougue - 2002
Obra literária completa de Jorge Mautner. Não é à toa que o autor, desde seu primeiro livro, em 1962, afirmava que só uma leitura global da obra possibilitaria sua correta compreensão. Ao contrario de escritores cujos livros são independentes, Jorge mautner pertence à gama de autores que, na recorrência e dissonância, na síntese e no paradoxo, criam uma obra contínua, una e interligada. mais que proteus, o deus capaz de se transformar em qualquer forma, a quem é recorrentemente comparado pela sua capacidade e facilidade de uso de diversas mídias, jorge assemelha-se ao carvalho de Heidegger, permanecendo em suas transformações. Essas obras completas são um documento no sentido mais rico do termo. Não só pelo seu valor poético e artístico, mas pelo valor histórico, de relato pessoal de momentos e personagens marcantes destes últimos 50 anos, feitos por um artista sempre atento e perspicaz.
Juliano Di Fiore e Sergio Cohn, Editores do Mitologia do Kaos

Veja mais livros de Jorge Mautner: http://www.jorgemautner.com.br/livros/



O que dói mais é saber que o dinheiro dos nossos impostos poderia ser gasto de uma forma bem mais produtiva e com certeza o valor pago a Rosa de Saron será equivalente ao cachê desses artistas aqui mencionados. Uma pena, se continuar assim, arriscamos ter que assistir Bonde do Maluco no próximo salão do livro.... Aguardem e confiem.




7 comentários:

  1. Quer mais revolta? O SL não cumpre um objetivo básico: fomentar a produção local, divulgar os autores daqui. O Geuvar queria lançar sua HQ lá, e cobraram 6.000 pelo stand. Ou seja, quase o que o cara gastou pra publicar a graphic novel. Sim, a primeira do TO...

    ResponderExcluir
  2. Que vergonha! É a cretinice política do Tocantins!

    ResponderExcluir
  3. Voce é um belo de um idiota preconceituoso isso sim!!
    A banda Rosa de saron é ótima e traz com ela uma linda mensagem! Amor a DEUS!!
    Não foi preciso fazer maiores divulgações do show, afinal foi o mais procurado!!! Mais de 4.000 pessoas!!!!!! Bobaaaaaaaaaaaaaaooooooooo

    ResponderExcluir
  4. Aiaiai...

    Como se eu já não soubesse que iria lotar! Você cara "anônima" além de covarde é tão burra que não iria entender nunca o que eu quiz dizer. Claro que lotou! O público é o mesmo que lota os shows do Calipso, do Bonde do Maluco, dos funks pornôs. Não se iluda, eles não foram para ouvir sobre o amor de Deus. Eles foram porque tá na moda e foi de graça! Boboooooooonaaaaaaa

    ResponderExcluir
  5. Jose raul Oliveia3 de junho de 2010 10:41

    defendendo a anonima: Eles foram la pelo moda tbm , mas por tabela acabou evangelizando do msm jeito e n e pseudo gospel e uma banda religiosa msm que tem cm finalidade levar o amor de Deus a humanidade que esta afogada no individualismo esquecendo do proximo.
    E umadica de um blog descente e o padumoca.blogspot.com, isso e um blog que esta preocupado em levar cultura ,sabedoria e informaçao, onde n em estar pereocupado falar de uma banda sem conhecimento, isso e que ser setico e ter um pensamento massificado

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Caro José, sei que tens boa vontade, mas vejo que não foste ao show do Parangolé! Lá estavam todas as mesmas almas que foram ao show da "pseudo gospel" Rosa de Saron (Adoradores da Som Livre e da Globo). Estas almas que dizes estarem evangelizadas estavam rebolando a bundinha com um dedinho na boca e tudo.

    Ah! E a palavra é Cético e não setico, já que gosta tanto de cultura assim...

    ResponderExcluir

Sociable