...O Senhor Deus tomou o homem e o colocou no Jardim do Éden (no Paraíso!) para o cultivar e guardar. Deu-lhe este preceito: "Podes comer do fruto de todas as árvores do jardim; mas não comas do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal, porque no dia em que dele comeres, morrerás indubitavelmente"...

Ao vivo Ecorádio Oficina Geral & EcoBrasil

Get the Flash Player to see this player.

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Nasce um blog filho da luxúria



Vai de retro satanás!!!


Bom... este blog é o resultado de uma noite no Paraíso, onde em um evento que supostamente seria o primeiro evento inteligente no éden após longo tempo de trevas breganejeanas, fomos (digo fomos porque eram vários os iludidos) surpreendidos pela invasão grotesca da mais nova onda que anda permeando os mais diversificados guetos do Paraíso: O "funk pornô" ou como gostam de chamar aqui no éden o "funk proibidão". Senhoras e senhores quando pensáva-mos que a juventude do Paraíso estava mais do que perdida com o tal "apocalypso" e com a "praga" de duplas que se copiam e multiplicam como vírus de computador, agora o Rio de Janeiro (o Énden da Luxúria MOR) invade este bucólico jardim da fantasia com o seu lado mais infame, o funk (para não desmerecer o verdadeiro funk que se pronuncia "fank", vamos pronunciar a porcaria como se escreve). Continuando, o tal "fuunk" agora escraxou geral e as letras são capazes de deixar ruborizada a mais antiga das quengas do Paraíso. Coisas do tipo "bate a piroca na minha cara" e outras que é melhor nem comentar...



O que me intriga é que os pecadores que não conseguiram cultivar sua própria cultura e nem ao menos valorizam a ínfima restante têm a capacidade de absorver sempre o pior de cada região. No caso de RJ, é muito fácil detectar a imensidade de coisas boas que brotam naquele jardim. Até mesmo o funk (o verdadeiro que se pronuncia fank) tem ótimas vertentes como é o caso dos grupos "Farofa Carioca", "Funk Como Le Gusta" e daí em diante. Sem contar com a diversidade musical daquela região, como o samba, sambarock  e a bossa, dentre outros. Mas o Luxuriano paraisense só vai no excremento, no lixo, na maçã podre (ou melhor na "maçã proibidona"). Outro caso é o Maranhão (outro éden luxuriento) de onde o paraisense importa as vertentes mais bregas e chorosas, mas desconhece quem é o sambista "Antônio Vieira" (aquele da música "Tem Quem Queira" que fez sucesso na novela Da Cor do Pecado), "Zeca Baleiro" que dispensa comentários, e o reggae tipo exportação do grupo "Tribo de jah". Mas não... os Pecadores do Éden preferem uma ode ao chifre... Quando se fala de Goiás então aí o bicho pega! (este é o nosso éden da luxúria cornial) O problema lá já é crônico, se sacudir uma árvore cai uma dupla. E o paraisense se lambusa e tenta sem êxito importar todas as duplas que se formam quase minuto a minuto, umas tão parecidas com as outras que não dá tempo nem de decorar o nome. Parece que quando se forma uma num dia, no outro dia já tem a cover. Mas irônicamente o paraisense pecador faz questão de anunciar cada uma que chega como se fosse a coisa mais inédita do mundo. Isso me faz recordar um certo evento de um conceituado colégio particular da cidade no qual anunciaram o "Country" como uma dança típica do "Centro-oeste". Bom, se em uma escola os jovens e tampouco os professores não tem noção da riqueza musical existente no Centro-oeste como a súcia, a catira, a ciranda e tantos músicos como "Léo Jaime", "Orlando Moraes" e os malucos do "Pedra Letícia". Não podemos querer muito dos organizadores de evento e do público. Certamente eu ficaria aqui pontuando e destrinchando por horas a mente pecadora dos moradores do jardim do pecado, mas tenho que guardar material para as próximas postagens... 
Lembrando que esta é a primeira de muitas, pois este blog tem o intuito de PROVOCAR, se é que exista alguém no Éden que se sinta provocado por algo escrito...  No mais vale ressaltar que neste blog iremos comentar os pontos negativos sempre com o tópico "Vai de retro satanás!!!" e os pontos positivos com o tópico "Aleluia Irmão!!!". Não falaremos apenas do nosso éden, mas também de todos os édens da luxúria que existem por aí... Ah! já ia me esquecendo. O resultado do evento foi o seguinte: Quem tinha vergonha na cara foi embora logo no início do fuunk You!!! Quero dizer fuunk, que trouxe consigo a violência, onde três fuuunkeiros tentaram matar uma pessoa que se indignou com o bacanal. Coisa corriqueira no nosso bucólico paraíso.


Um pouquinho dos rits que andam agitando o Éden:


As Proibidonas "Cuidado! Tire as crianças da sala":










E Claro que um pouquinho de música também não faz mal:


Funk Como Le Gusta & Thaide




Antônio Vieira



Tem Quem Queira



Tribo de Jah




Léo Jaime




Orlando Moraes




Pedra Letícia


Sociable