...O Senhor Deus tomou o homem e o colocou no Jardim do Éden (no Paraíso!) para o cultivar e guardar. Deu-lhe este preceito: "Podes comer do fruto de todas as árvores do jardim; mas não comas do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal, porque no dia em que dele comeres, morrerás indubitavelmente"...

Ao vivo Ecorádio Oficina Geral & EcoBrasil

Get the Flash Player to see this player.

sábado, 24 de outubro de 2009

O nosso Éden completou 46 anos!!!

Tudo começou com a chegada das máquinas e operários para a construção da Rodovia BR 14, obra importante do governo JK, projetada pelo desbravador engenheiro Bernardo Sayão, ligando o norte ao sul do Brasil.

Foi em 1958, que a Empresa Nacional de Construções Gerais, mais conhecida na época como Companhia Nacional, sob o comando do encarregado de obras Adjúlio Baltazar chegou à região. Um dos acampamentos foi exatamente no Vale da Serra do Estrondo às margens do córrego Buriti, hoje
Setor Bela vista, local de vasta beleza natural, onde o encarregado gostava  de contemplar e sempre dizia: “Este lugar é um Paraíso”. A partir daí o lugar passou a se chamar Paraíso.




O primeiro morador a chegar aqui foi o Senhor José Ribeiro Torres, em dezembro de 1958, vindo de Pium, com sua esposa Dona Regina e filhos. Então fixaram residência e um improvisado restaurante para os trabalhadores da obra, tropeiros e garimpeiros (Monte Santo, Piaus e Chapada). O segundo pioneiro a chegar foi o senhor José Pereira Rego, com a esposa Dona Carolina Rego e filhos, vindos de Cristalândia em fevereiro de 1959, e logo em seguida no mês de maio de 1959, em seguida veio o Senhor Ercílio Bezerra de Castro com seus familiares.




Em 1960, o povoado chamava a atenção pelo crescimento rápido e as maiores lideranças de cidades como Pium (sede do Município) e Cristalândia estavam apostando e se transferindo para o povoado de Paraíso, também conhecido como Pé de Serra. Foi no inicio da década de 60 que a população da região elegeu três (03) vereadores: Issac Soares Cavalcante, José Pereira Rego e Francisco José de Moraes, todos tinham como objetivo trabalhar pela emancipação política de Paraíso. O Prefeito de Pium era Trajano Coelho Neto e o Vice José de Moraes.




A emancipação aconteceu em 1963, no dia 23 de Outubro, através da Lei 4.116, com a participação dos Deputados Estaduais representantes do norte goiano José dos Santos Freire e Jaime Farias no Governo de Mauro Borges Teixeira, com o nome de Paraíso do Norte de Goiás – GO.

Em 1964 o Governador Mauro Borges nomeou o primeiro Prefeito da Cidade, Senhor Ercílio Bezerra de Castro, e o segundo, Pedro Candido de Oliveira, em 1965.

A primeira eleição direta no Município foi em 15 de novembro de 1965, cujo vencedor e o primeiro prefeito eleito foi Manuel Lúcio de Carvalho Filho pela UDN, o vice foi Gentil Costa.




PREFEITOS DE PARAÍSO DO TOCANTINS – TO

1. Manoel Lucio de Carvalho
2. Raimundo José de Moraes “Mundico”
3. Abrão Pereira de Andrade
4. Benedito Pereira Bandeira Sobrinho
5. Moisés Nogueira Avelino
6. Arnaud de Souza Bezerra
7. Manoel de Jesus Torres
8. Virginia Constancia Pugliese Avelino
9. Hider Alencar
10. Arnaud de Souza Bezerra
11. Sebastião Paulo Tavares


Vereadores Atuais: Maria Hilma Mascarenhas (Presidente), Lafaete Lobo (Vice-Presidente), Neivon Bezerra ( Secretário), Gerusa Rodrigues, Amiron Pinto, Joaquim Junior, Virgílio Azevedo, Joselino Barbosa  e Leonardo de Deus.

Hoje Paraíso, é o quarto município mais importante do Estado Tocantins, sua população estimada é de 48 mil habitantes, com uma área de 1.297 Km² e está localizada na Região Centro-Sul do Estado.
 
Colaborador: Zequinha de Moraes


Saiba mais:



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sociable