...O Senhor Deus tomou o homem e o colocou no Jardim do Éden (no Paraíso!) para o cultivar e guardar. Deu-lhe este preceito: "Podes comer do fruto de todas as árvores do jardim; mas não comas do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal, porque no dia em que dele comeres, morrerás indubitavelmente"...

Ao vivo Ecorádio Oficina Geral & EcoBrasil

Get the Flash Player to see this player.

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Racismo, um problema mais presente do que muitos pensam

.
.
Campanhas e flagrantes mostram que desigualdade racial não virou história
Amanda Alvarenga para RHBN
De: www.castingblack.com.br


Apesar de já não ter justicativa legal e científica há décadas, o racismo sobrevive de forma mascarada em nossa sociedade, revestido por mecanismos de discriminação e reprodução das desigualdades sociais. Devido às herenças históricas, é inegável que a maior parte dos indivíduos "de cor" ainda não possui as mesmas oportunidades e recursos que os demais. Um vídeo interessante questiona de forma bem humorada esta identificação dos negros como pessoas de cor. As imagens foram feitas como parte de uma campanha para combater o racismo no futebol, muito forte em clubes europeus, por exemplo.

Fora das quatro linhas, é corrente também que os negros sejam alvos de suspeições policiais, mal atendimentos e comentários discriminatórios. Um exemplo disto é o vídeo 'Porta na Cara', recentemente lançado na rede. Produzido pela equipe de audiovisual do Circo Voador, o filme mostra um flagrante das diferenças no tratamento entre negros e brancos em uma agência bancária no Rio de Janeiro. Apesar das diversas manifestações e projetos de políticas públicas que buscam extirpar o racismo de nossa sociedade, ainda há um longo caminho pela frente para construirmos uma vivência efetivamente pluricultural e pluriétnica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sociable