...O Senhor Deus tomou o homem e o colocou no Jardim do Éden (no Paraíso!) para o cultivar e guardar. Deu-lhe este preceito: "Podes comer do fruto de todas as árvores do jardim; mas não comas do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal, porque no dia em que dele comeres, morrerás indubitavelmente"...

Ao vivo Ecorádio Oficina Geral & EcoBrasil

Get the Flash Player to see this player.

domingo, 15 de novembro de 2009

“CHICO”, o maior festival de cinema do estado

.
.
.

Por: Fernando Rios jornalista, músico e produtor cultural

O “Chico” – Festival de Cinema de Palmas volta a ser realizado na Universidade Federal do Tocantins (UFT). O evento chega a sua 8º edição como referencia no norte do Brasil, sendo o único evento do gênero no Tocantins a integrar o guia brasileiro de cinema e vídeo.


Arte:  Nando Designer: http://nandodesenhista.blogspot.com


            O festival surgiu dos esforços de alunos da antiga UNITINS, que veio a se tornar UFT, como forma de abrir espaço para produção cinematográfica do estado e trazer ao público de Palmas a oportunidade de assistir o que se produz no país em termo de cinema.
             A primeira edição ocorreu no ano de 2000, sendo que não fora realizado em dois anos, 2005 e 2007. Para André Danenga, coordenador do festival, o Chico é um grande estímulo para a produção local, pontuando que nos anos em que não se realizou, a produção de vídeos caiu muito no estado.


 Foto: Overmundo

            Realizado pelo CIM - Centro de Imagem e Som, entidade sem fins lucrativos, o festival conta a partir de 2009, com o apoio da UFT- Universidade Federal do Tocantins, o que para Danenga, representa um crescimento em relação a outras edições, já que disponibilizará de uma das melhores estruturas físicas do estado, o CUÍCA - Centro Universitário Integrado de Ciência, Cultura e Arte, e o apoio de patrocínio que será fundamental para que o Chico possa ser realizado todos os anos.
Para Kátia Maia, diretora de cultura da PROEX-UFT, a universidade sempre estará aberta para essas e outras parcerias, “A UFT preocupa-se não somente com a formação profissional, mas também com a formação humana dos acadêmicos”, diz Kátia. Ela ressalta ainda que uma boa parte das produções que concorre ao festival é de alunos da UFT, e considera de suma importância a função do Chico em mostrar essas produções ao público. A diretora esclarece que além do Cuíca, a partir de 2010 o campus universitário de Palmas contará com mais quatro mini-auditórios, que também poderão ser usados em eventos culturais.


Alunos do Telinha foram destaque no Chico 2008


            O Chico vem ao longo dos anos revelando grandes profissionais como Whebert Araújo, que venceu o Chico em 2000 e em 2008 foi selecionado para representar o Tocantins no DocTv com o filme "O Mistério do globo ocular”, além de outros, como Alan Russel e Yonara Aniszewski e filmes como “Da banca pra fora” e  “A dois Passos do paraíso”, Além de convidados de renome nacional como Geraldo Moraes, cineasta gaúcho, radicado em Brasília.
            Desde 2008 a novidade na mostra competitiva é a de melhor vídeo pocket, onde participam vídeos produzidos com aparelhos celulares de até cinco minutos de duração, circuito que cresce a cada dia o número de produções.


Foto: Overmundo

            Para a organização do Chico a estrutura física está no tamanho perfeito, tendo o Cuíca como espaço de realização, a produção foca agora num maior crescimento cultural, com a exibição de mais longas metragens e com a preocupação de trazer cada vez mais qualidade para o público amante do cinema.
           

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sociable